Dia Mundial do Vegetarianismo: benefícios de uma alimentação sem carne animal

Em 01 de Outubro, celebra-se o Dia Mundial do Vegetarianismo. Essa data foi estabelecida em 1977 pela Sociedade Vegetariana Norte Americana com objetivo de conscientizar a todos sobre o consumo de alimentos de origem animal e informar sobre as vantagens de uma alimentação vegetariana. Além de proporcionar diversos benefícios à saúde, aderir ao movimento gera consciência ecológica, sensibilidade para com os animais e um consumo mais consciente. Muitos pensam que a exclusão da carne vermelha, frango e peixe pode causar desequilíbrios e irregularidades no corpo, já que para muitos, alimentar-se de legumes, frutas e verduras, pode resultar em uma menor quantidade de nutrientes, vitaminas e minerais. Na verdade, é um grande engano pensar dessa forma, pois quando os alimentos são combinados corretamente, é possível ter a quantidade necessária de proteína e outros nutrientes. Entretanto, para ter uma alimentação saudável, equilibrada e que atenda às necessidades do corpo, é preciso consumir a quantidade adequada de proteínas, carboidratos e gordura. Os principais nutrientes que devem ser ingeridos com atenção pelos vegetarianos são as proteínas, o ferro, a vitamina B12 e a vitamina C - esta, por último, é de grande importância para a absorção do ferro. Abaixo, veja alguns dos principais alimentos que devem ser incluídos na dieta vegetariana: Castanhas; Leguminosas; Grãos integrais; Verduras verde escuras; Sementes (chia, girassol, gergelim, abóbora); Frutas (principalmente as que possuem vitamina C, como laranja, mexerica, goiaba, abacaxi e kiwi); Frutas secas (damasco e uvas passas); Linhaça (farinha ou óleo); Levedo de cerveja; Azeite de oliva. É importante ficar atento quanto à suplementação de algumas vitaminas, uma vez que podem ser encontradas somente em alimentos de origem animal e são necessárias ao organismo. A vitamina B12, em alguns casos, deve ser suplementada, pois os principais alimentos em que ela está presente são carnes vermelhas e alguns tipos de peixes.


É válido ressaltar que é indispensável o acompanhamento de um nutricionista, pois a dieta vegetariana deve ser estabelecida individualmente, mediante as necessidades e deficiências que variam de um organismo para outro. Fontes: https://blog.unis.edu.br/alimentacao-vegetariana-saudavel-descubra-como-manter-o-equilibrio-de-nutrientes-corporais https://www.nutricionistaesportiva.com/vegetarianismo-quais-os-principais-cuidados-nutricionais/ https://ciclovivo.com.br/vida-sustentavel/alimentacao/dia-mundial-vegetarianismo-brasileiros-adeptos/#:~:text=O%20Dia%20Mundial%20do%20Vegetarianismo,vem%20mudando%20cada%20vez%20mais. https://www.centrovegetariano.org/Article-317-Dia%2BMundial%2Bdo%2BVegetarianismo.html


2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), as doenças crônicas são aquelas que duram por mais de 1 ano. A psoríase, por exemplo, compõe esse grupo. Caracterizada pelo aparecimento de lesões avermel

Logo.png