Polifenóis e o câncer de mama

Outubro é o mês da campanha de conscientização da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Nada mais justo do que uma menção ao mês rosa!


O câncer de mama é uma doença na qual há o crescimento descontrolado de células da mama, que adquiriram anormalidades causadas por uma ou mais mutações no material genético da célula.


Mas a pergunta é: o que a nutrição pode ter a ver com o câncer de mama?


Estudos mostraram que o tipo/formação do câncer de mama é determinado no início, apontando assim que fatores genéticos e ambientais atuam de forma importante no desenvolvimento do tumor e no progresso da doença. Com isso, o crescente campo de pesquisa, conhecido como nutrigenômica (estudo do impacto de nutrientes na expressão gênica), afirma que a nutrição impacta de forma significativa no genoma de maneira que se torna essencial a compreensão dessa interação, a fim de evitar questões de saúde e auxiliar no tratamento de doenças.


Existem importantes relações entre o consumo calórico, ingestão de certos alimentos, nutrientes e fitoquímicos com alterações epigenéticas vantajosas ao tratamento e à prevenção do câncer. Os polifenóis são uma classe de compostos bioativos encontrados nos alimentos com propriedades anticancerígenas, anti-inflamatórias e antioxidantes.


Alguns alimentos ricos em polifenóis são:

- Frutas: uva, cereja, laranja, limão, maçã, amora, morango, caju, jabuticaba, mirtilo, ameixa, damasco.

- Hortaliças: couve, couve-flor, tomate, alho, cebola, espinafre, repolho, rabanete, escarola, mostarda, nabo, beterraba.

- Sementes oleaginosas: castanhas, nozes, amendoins, amêndoas, pistache.

- Ervas aromáticas e especiarias: alecrim, manjericão, manjerona, sálvia, alfavaca, gengibre, canela, cúrcuma, cravo.

- Bebidas: suco de uva integral, suco de amora integral, suco de mirtilo, chá verde, chá branco, vinho tinto.

- Chocolate amargo (com mais de 70% de cacau).



Os benefícios de uma dieta rica no consumo de polifenóis são variados: além da prevenção do câncer, alimentos com polifenóis auxiliam na prevenção da osteoporose; ajudam a prevenir e tratar doenças cardiovasculares; atuam na saúde do trato gastrointestinal; ajudam no controle de diabetes tipo 2; e previnem o Alzheimer.


#nutrição #nutricionista #polifenóis #câncerdemama #outubrorosa

44 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Relação entre vitamina D e resistência à insulina

Atualmente, existem muitos estudos que buscam compreender se há uma correlação de níveis inferiores de vitamina D com a resistência à insulina e qual o impacto desta vitamina em pacientes com diabetes

Dieta pós-parto

Após o parto, o organismo da mãe retorna, aos poucos, a funcionar normalmente. Visto que precisa reparar células, tecidos e órgãos, necessita de nutrientes construtores, energéticos e plásticos. É p

Ômega 3 e saúde muscular

Saúde muscular Uma das alterações mais evidentes no envelhecimento é a mudança nas dimensões corporais, provocada especialmente pela diminuição de massa magra, aumento de gordura corporal e diminuição

Logo.png